Parte do coletivo Soylocoporti

Só mais um site Soylocoporti

Arquivo do assunto ‘Ciclo Paranaense de Cultura Digital’

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Seminário de formação chega a região oeste do Paraná

, ,

Representantes de pontos e entidades culturais da região oeste do Paraná participaram do seminário de formação do Ciclo Paranaense de Cultura Digital, que aconteceu nos dias 16 e 17 de setembro, em Foz do Iguaçu. Debates sobre a Conferência e o Sistema Nacional de Cultura, capacitação para gestão de projetos e formação em produção audiovisual e blogs movimentaram os dois dias de encontro entre pontos e entidades culturais da região.

O vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, o presidente da Fundação Cultural, Rogério Bonatto, e o diretor de Cultura da Fundação, Juca Rodrigues, participaram da abertura, que teve seqüência com a primeira mesa de debates, sobre políticas culturais e cultura digital. Para discutir o tema, foram convidados a representante do Ministério da Cultura, Patrícia Del Claro, do Coletivo Soylocoporti, Gustavo Guedes Castro, e da Fundação Cultural de Foz, Juca Rodrigues. Destacando o papel das novas tecnologias da informação, Patrícia afirmou que hoje não basta produzir cultura, é fundamental difundí-la. “A ideia da cultura digital é que os próprios fazedores de cultura possam contar suas histórias, registrando e disseminando suas ações. Em resumo é necessário interagir, acessar e produzir conteúdos”definiu.

Ao final das discussões, foi retirada a proposta da criação de uma articulação entre os pontos de cultura do oeste do Paraná, com o objetivo de trocar experiências e dúvidas. Paulo Blogger, do Ponto de Cultura Arte para um Mundo Melhor, acredita que dessa forma os pontos já existentes e os aspirantes poderão incrementar seus trabalhos e se desenvolver a partir das aptidões coletivas. De acordo com ele, “o programa Cultura Viva é um divisor de águas, na medida em que propicia toda essa integração e possibilidade de crescimento”.

segundamesa 230x152 Seminário de formação chega a região oeste do Paraná

Mesa sobre Conferência e Sistema Nacional de Cultura

Na parte da tarde aconteceu a segunda mesa de debates, com o diretor de cultura da Fundação Cultural, Juca Rodrigues, o jornalista da Quixote Art, Luciano Lacerda, o vereador de Foz, Nilton Bobato, e o representante do Soylocoporti, Marco Amarelo Konopacki. Foi destacada a proposta do Sistema Nacional de Cultura e seu diálogo com os estados e municípios e a criação do Fundo Nacional de Cultura. Juca Rodrigues afirmou que anteriormente havia uma sensação entre os gestores de exclusão dos processos nacionais, mas que o processo hoje é distinto. “O sistema está me chamando para participar, através das conferências e discussões. Por isso cabe ao artista e militante se inserir. Se queremos mudanças, temos que fazer parte delas”, acredita.

Nesse intuito, foi destacada a importância de ocupar os espaços gerados pelas etapas da Conferência de Cultura, discutindo proposições que estejam vinculadas ao interesse público. “Temos uma responsabilidade histórica, pois vivemos um contexto favorável a mudanças. Somos poucos mas somos suficientes”, concluiu o vereador Bobato.

Logo em seguida ocorreu a oficina de gestão de projetos, também com Luciano Lacerda. Os convênios e suas exigências, as leis de incentivo à cultura, a captação e prestação de contas dos pontos de cultura estiveram em voga. Lacerda enfatizou a concepção de que a cultura é uma ferramenta que supera os nossos anseios artísticos individuais. “Ela tem um caráter emancipatório, por meio da provocação e transformação social, e não apenas pelo seu carater estético”, afirma.

rede de pontos 230x152 Seminário de formação chega a região oeste do Paraná

Debate da rede de pontos

E, para fechar o dia, houve o debate da rede de pontos de cultura. Sob a coordenação do Pontão Kuai Tema, foram debatidas estratégias de ação conjunta e formas de potencializar o desenvolvimento e alcance das iniciativas dos atores. Para Marco Amarelo, “a produção da cultura e sua valorização são fundamentais. Porém, a organização e ação coletivas podem fomentar o crescimento e incrementar os projetos, aumentando o impacto nas comunidades”.

share save 171 16 Seminário de formação chega a região oeste do Paraná

Nenhum comentário »

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Inscrições abertas para o seminário oeste do Ciclo de Cultura Digital

, ,

Foz do Iguaçu receberá, nos dias 16 e 17 de setembro, o Seminário Regional do Ciclo Paranaense de Cultura Digital. Voltado aos pontos e entidades culturais da região oeste do Paraná, o evento é promovido pelo Pontão de Cultura Kuai Tema, uma parceria entre o Coletivo Soylocoporti e o Ministério da Cultura.

O objetivo é propiciar formação nas áreas de cultura digital, gestão de projetos, internet e ferramentas de comunicação em software livre para pontos e entidades culturais. A assimilição desses conteúdos será fundamental para que a Rede de Pontos de Cultura do Paraná se fortaleça. Nesse sentido, a adesão dos pontos e atores culturais às plataformas e ferramentas de comunicação é central para que tais entidades e iniciativas alcancem visibilidade pública e maior impacto nas comunidades.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até terça-feira, 15/08. Qualquer integrante de entidade, grupo ou ponto de cultura pode participar. Entretanto, apenas os pontos de cultura da região conveniados com o MinC terão disponibilizadas passagens, hospedagem e alimentação.

Após os seminários regionais, como conclusão do ciclo de capacitação, acontecerá o Seminário Estadual de Cultura Digital, em novembro, às vésperas do Festival de Cultura do Paraná. Agende-se e participe.

Confira a programação do Seminário Norte de Cultura Digital:

Dia 16/09, na Fundação Cultural (Rua Benjamin Constant, 62 – Centro. Foz do Iguaçu)

9 horas – Recepção e cadastramento
10 horas – Debate sobre Políticas Culturais e Cultura Digital
12 horas – Almoço
14 horas – Debate sobre Sistema Nacional de Cultura e Conferência de Cultura
16 horas – Oficina de Gestão de Projetos
18 horas – Lanche
18 h30 – Debate da rede de pontos
20 horas – Jantar

Dia 17/09, no Parque Tecnológico de Itaípu (Rua Tancredo Neves, 6731. Foz do Iguaçu)

8 horas – Recepção e credenciamento
8h30 – Oficina de produção em vídeo e oficina de produção em áudio (os participantes devem optar por uma delas no ato da inscrição)
12h30 – Almoço
14 horas – Oficina de produção jornalística
15 horas – Oficina de gerenciamento de blog
18 horas – Avaliação e encerramento

Inscreva-se aqui


rodape oeste Inscrições abertas para o seminário oeste do Ciclo de Cultura Digital* Para saber mais sobre o seminário, ligue para a gente: 041 3092-0463. Ou nos escreva: contato@kuaitema.org.br

share save 171 16 Inscrições abertas para o seminário oeste do Ciclo de Cultura Digital

Nenhum comentário »

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Oficinas de áudio, vídeo e blog encerram o seminário norte de Cultura Digital

, , , ,

O segundo dia do seminário de formação da região norte do Paraná começou cedo. Às 8 horas já iniciava-se o credenciamento na Fundação de Cultura de Cambé. Novamente, a participação foi grande: estiveram presentes representantes de quatro Pontos de Cultura da região e de várias secretarias de Cultura e/ou Educação. Dois grupos foram montados, sendo que um rumou para a oficina de produção em vídeo e outro para a produção em áudio.

Produção de áudio

img 2527a 230x306 Oficinas de áudio, vídeo e blog encerram o seminário norte de Cultura Digital

Oficina de áudio

A ministrante, Roberta Schwanbach, falou sobre o surgimento do rádio, a diversidade entre os formatos existentes (FM, AM, webrádio, rádio pública, rádio comunitária), as formas de gestão e de programação. Mas o que chamou a atenção dos oficinandos foi a parte de captação e edição de material, feita com o software livre Audacity. “Foi bom porque vai me ajudar muito É fácil gravar e montar um programa. Lógico que é preciso treinar, mas percebi que não é nenhum bixo de sete cabeças”, disse Gabriela Francisca Barros, do Ponto Vivenciando a Cultura, de Londrina.

Além disso, foi explicado como inserir músicas em um programa de rádio, fazer a finalização, colocá-lo na internet e diponibilizá-lo em um blog. Embora alguns problemas nos computadores tenham dificultado o andamento da oficina, Roberta avalia que ela serviu para desmistificar a própria produção midiática. “É importante perceber que a produção de áudio e sua publicação na internet são intuitivas. Com um pouco de dedicação e com o auxílio da apostila que distribuímos, eles poderão fazer isso sozinhos. Claro que apenas com a prática e tempo é que poderão se aperfeiçoar, mas o primeiro passo foi dado”.

Produção em vídeo

img 2512 230x172 Oficinas de áudio, vídeo e blog encerram o seminário norte de Cultura Digital

Oficina de vídeo

Rafael Rigon e Jonathan de Souza, do Pontão Focu e TV Ovo, conduziram os trabalhos na oficina de vídeo. Foram apresentadas noções sobre tipos de roteiro, fases de desenvolvimento de um audiovisual, gravação, linguagem, planos, movimentos de câmera e iluminação.

Como o oficina teve a duração de apenas quatro horas, não foi possível passar para a parte prática e fazer gravações e edições. Porém, para Rafael, a função inicial da oficina é despertar o interesse por essa forma de comunicação, problematizando conceitos e demonstrando as opções técnicas possíveis. “É fundamental pesquisar, analisar e conhecer o que vai ser filmado – tendo já uma imagem mental do que pretende se passar com o vídeo. Isso facilita o trabalho e permite uma aplicação adequada das técnicas”, afirma.

Já o participante do Ponto Apac, Pedro Henrique Tiva, avalia que foi interessante, pois não adianta ter o kit multimídia e não saber mexer. “Minha tarefa aqui é aprender a utilizar para poder repassar para as outras pessoas do ponto e ensiná-los como usar as ferramentas”.

Oficina de blog

img 2534 230x172 Oficinas de áudio, vídeo e blog encerram o seminário norte de Cultura Digital

Oficina de blog

Já na parte da tarde, toda a turma participou da oficina de blog, ministrada por Marco Amarelo Konopacki e Rachel Bragatto, ambos da equipe Kuai Tema. Foi discutido o uso de software livre, a organização em redes na internet e problematizada a concepção de blog.

Em seguida, noções básicas de administração e publicação em blogs foram apresentadas. A frente de computadores, os participantes puderam acompanhar a aula exercitando o conteúdo. Ao final, cada um deles postou em um blog matérias feitas durante a noite de ontem, na oficina de produção jornalística, aprenderam a usar a ferramenta de comentários, as tags e as categorias.

“No intuito de integrar e potencializar as iniciativas culturais, os pontos receberão um blog agregado ao Portal Nós da Rede, espaço na internet para congregar experiências culturais diversas no estado. Por meio desse blog, será possível disponibilizar conteúdo em texto, áudio e vídeo”, explica Marco Amarelo.

Etapa final
Os conhecimentos adquiridos nesse seminário poderão ser aprofundados na etapa final do Ciclo Paranaense de Cultura Digital, que acontece em Curitiba, no dia 18 de novembro. Éstá planejado um dia todo de discussões, divisão de tarefas, aprendizado de ferramentas e preparação para a Cobertura Compartilhada – atividade por meio da qual pontos e entidades culturais poderão documentar e publicar conteúdos midiáticos diversos.

Serão três laboratórios (vídeo, áudio e internet) montados no gramado do Centro Politécnico da UFPR e que funcionarão por três dias durante o Festival de Cultura do Paraná, entre 19 e 21 de novembro. Todos estão convidados a participar. Mais do que um espectador queremos que você seja um produtor, um formulador de conteúdo. Visite a página www.festival.art.br e contribua. Se quiser também mostrar a sua arte, o edital de seleção de atividades culturais está aberto até o dia 28 de setembro. Não perca!

share save 171 16 Oficinas de áudio, vídeo e blog encerram o seminário norte de Cultura Digital

Nenhum comentário »

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Região norte do Paraná recebe seminário de formação

, ,

Cultura digital, gestão de projetos, produção jornalística, Conferência e Sistema Nacional de Cultura foram os temas tratados no primeiro dia do Seminário Norte do Ciclo Paranaense de Cultura Digital, que aconteceu nesta quinta-feira (27), em Cambé. Cerca de 50 pessoas participaram da atividade, de mais de 10 municípios da região, como Bela Vista do Paraíso, Cambé, Florestópolis, Jataizinho, Londrina, Maringá, Pitangueiras, Rolândia, Sabáudia, Sertanópolis.

dsc01084 230x172 Região norte do Paraná recebe seminário de formação

Participantes do debate políticas culturais e cultura digital

O prefeito de Cambé, João Pavinato, a vice-prefeita, Maria Aparecida Pascueto, e o presidente da Fundação de Cultura, Eduardo Pavinato, participaram da abertura, que teve seqüência com a primeira mesa de debates, sobre políticas culturais e cultura digital. Os representantes do Ministério da Cultura, Patrícia Del Claro, do Coletivo Soylocoporti, Érico Massoli, do Pontão de Cultura Kuai Tema, Rachel Callai Bragatto e do Ponto Malha Cultural e Cidandania, Wilson Inácio problematizaram questões como a indústria cultural, a dificuldade de divulgar as experiências dos pontos e entidades, a importância da organização em redes e da troca de experiências. Para a participante do Ponto Resgate da Cultura Camponesa, Cristina Sturmer, há a necessidade de se apropriar das novas ferramentas de comunicação e utilizá-las de modo colaborativo e em rede. “Só produzindo a nossa própria mídia podemos contar para a sociedade o que fazemos, quais os nossos valores, como vemos o mundo. Isso é central para que nossas experiências tenham impacto social”, afirma.

Já no segundo debate do dia, foram levantadas discussões sobre o funcionamento do Sistema Nacional de Cultura, dos conselhos municipais de cultura e da própria Conferência de Cultura. Para dialogar com os participantes, foram convidados o jornalista da Quixote Art, Luciano Lacerda, e os representantes do Fórum de Dança de Curitiba, Marila Vellozo, da Associação Cultural Regional 6, Ronilson Moura da Silva, e do Pontão de Cultura Kuai Tema, Marco Amarelo Konopacki. Como pontuou Wilson Inácio, “fica entre os participantes o sentimento da necessidade de se articular e se mobilizar para incidir nos diversos debates que estão em curso, de modo que a sociedade e o poder público unam esforços para a construção de políticas culturais efetivas”.

Em seguida, iniciou-se a oficina a respeito de gestão de projetos, também com Luciano Lacerda. Os convênios e suas exigências, as leis de incentivo à cultura, a captação e prestação de contas dos pontos de cultura estiveram em voga.

270820091137 230x172 Região norte do Paraná recebe seminário de formação

Oficina de produção jornalística

E, para fechar o dia, houve a oficina de produção jornalística, com a comunicadora do Pontão Ganesha, Luciane Zue. Foram abordados os gêneros jornalísticos, política editorial, as diferenças entre jornalismo e literatura e também dadas algumas dicas. “Gostei de saber que posso começar uma notícia com as respostas a algumas perguntas, por exemplo, quem fez o que, onde, quando, por que e como. Isso nos ajuda na hora de contar o que está acontecendo no ponto”, disse Vitor Hugo Rodrigues, do Ponto Malha Cultural e Cidadania.

As atividades seguem amanhã, a partir das 8 horas, na Funcac, Praça Santos Dumont, 161, Centro, em Cambé. Oficinas de produção em áudio, vídeo e blogs acontecem durante o dia.

share save 171 16 Região norte do Paraná recebe seminário de formação

Nenhum comentário »

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Atenção: inscrições encerram-se amanhã

, ,

Atenção pontos e entidades culturais da região norte do Paraná: encerram-se amanhã as incrições para o seminário regional do Ciclo Paranaense de Cultura Digital. A atividade acontece em Cambé, nos dias 27 e 28 de agosto, e é promovida pelo Pontão de Cultura Kuai Tema, uma parceria entre o Coletivo Soylocoporti e o Ministério da Cultura.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até quarta-feira, 26/08. Qualquer integrante de entidade, grupo ou ponto de cultura pode participar. Entretanto, apenas os pontos de cultura da região conveniados com o Minc terão disponibilizadas passagens, hospedagem e alimentação.

Após os seminários regionais, como conclusão do ciclo de capacitação, acontecerá o Seminário Estadual de Cultura Digital, no dia 18 de novembro, às vésperas do Festival de Cultura do Paraná. Agende-se e participe.

Confira a programação do Seminário Norte de Cultura Digital:

Dia 27/08, na Funcac / Centro Cultural (Praça Santos Dumont, 161. Centro. Cambé)
9 horas – Recepção e cadastramento
10 horas – Debate sobre Políticas Culturais e Cultura Digital
12 horas – Almoço
14 horas – Debate sobre Sistema Nacional de Cultura e Conferência de Cultura
16 horas – Oficina de Gestão de Projetos
18 horas – Lanche
18 h30 – Oficina de Produção Jornalística
20 horas – Jantar

Dia 28/08, na Funcac / Centro Cultural (Praça Santos Dumont, 161. Centro. Cambé)
8 horas – Recepção e credenciamento
8h30 – Oficina de produção em vídeo e oficina de produção em áudio (os participantes devem optar por uma delas no ato da inscrição)
12h30 – Almoço
14 horas – Oficina de gerenciamento de blog
18 horas – Debate da rede de pontos e encerramento

Inscreva-se aqui

rodape email1 Atenção: inscrições encerram se amanhã

share save 171 16 Atenção: inscrições encerram se amanhã

Nenhum comentário »

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Abertas as inscrições para o Seminário Norte do Ciclo Paranaense de Cultura Digital

, ,

A cidade de Cambé receberá, nos dias 27 e 28 de agosto, o Seminário Regional do Ciclo Paranaense de Cultura Digital. Voltado aos pontos e entidades culturais da região norte do Paraná, o evento é promovido pelo Pontão de Cultura Kuai Tema, uma parceria entre o Coletivo Soylocoporti e o Ministério da Cultura.

O objetivo é propiciar formação nas áreas de cultura digital, gestão de projetos, internet e ferramentas de comunicação em software livre para pontos e entidades culturais. A assimilição desses conteúdos será fundamental para que a Rede de Pontos de Cultura do Paraná se fortaleça. Nesse sentido, a adesão dos pontos e atores culturais às plataformas e ferramentas de comunicação é central para que tais entidades e iniciativas alcancem visibilidade pública e maior impacto nas comunidades.

As inscrições são gratuitas e estão abertas até quarta-feira, 26/08. Qualquer integrante de entidade, grupo ou ponto de cultura pode participar. Entretanto, apenas os pontos de cultura da região conveniados com o Minc terão disponibilizadas passagens, hospedagem e alimentação.

Após os seminários regionais, como conclusão do ciclo de capacitação, acontecerá o Seminário Estadual de Cultura Digital, em novembro, às vésperas do Festival de Cultura do Paraná. Agende-se e participe.

Confira a programação do Seminário Norte de Cultura Digital:

Dia 27/08, na Funcac / Centro Cultural (Praça Santos Dumont, 161. Centro. Cambé)
9 horas – Recepção e cadastramento
10 horas – Debate sobre Políticas Culturais e Cultura Digital
12 horas – Almoço
14 horas – Debate sobre Sistema Nacional de Cultura e Conferência de Cultura
16 horas – Oficina de Gestão de Projetos
18 horas – Lanche
18 h30 – Oficina de Produção Jornalística
20 horas – Jantar

Dia 28/08, na Funcac / Centro Cultural (Praça Santos Dumont, 161. Centro. Cambé)
8 horas – Recepção e credenciamento
8h30 – Oficina de produção em vídeo e oficina de produção em áudio (os participantes devem optar por uma delas no ato da inscrição)
12h30 – Almoço
14 horas – Oficina de gerenciamento de blog
18 horas – Debate da rede de pontos e encerramento

Inscreva-se aqui

rodape email Abertas as inscrições para o Seminário Norte do Ciclo Paranaense de Cultura Digital

* Para saber mais sobre o seminário, ligue para a gente: 041 3092-0463. Ou nos escreva: contato@kuaitema.org.br

share save 171 16 Abertas as inscrições para o Seminário Norte do Ciclo Paranaense de Cultura Digital

Nenhum comentário »

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Veja como foi o primeiro seminário de formação do Ciclo Paranaense de Cultura Digital

, ,

Integrantes de pontos de cultura de Curitiba, Região Metropolitana, Campos Gerais e Litoral do Paraná participaram nos dias 3 e 4 de agosto do seminário de formação do Ciclo Paranaense de Cultura Digital. A atividade foi promovida pelo Pontão de Cultura Kuai Tema, uma parceria entre o Coletivo Soylocoporti e o Ministério da Cultura (Minc).

No primeiro dia aconteceram debates sobre a cultura digital, gestão de projetos e um fórum dos pontos e entidades culturais. Houve a possibilidade dos participantes discutirem o conceito de mídia livre e a importância deles mesmos produzirem conteúdos e veicularem notícias a respeito das iniciativas e experiências culturais que conduzem junto às comunidades.

Entre os debatedores, contamos com a presença de representantes da Ação Cultura Digital do Minc, Thiago Skarnio, da Quixote Art, Marcelo Miguel, da equipe da TV OVO e Pontão de Cultura Focu, Jonathan Silva, Priscila Vidotto e Rafael Rigon, do Pontão Ganesha, Fabiane Berlese, e do Minc, Ana Paula Stock e Patrícia Del Claro.

Já o segundo dia foi reservado a uma capacitação técnica em produção de vídeo, áudio  internet. Todos os presentes conheceram a plataforma desenvolvida pelo Kuai Tema, por meio da qual terão disponível um blog para suas entidades e poderão se comunicar diretamente com seu público. A idéia é que por meio da organização por rede, no portal, os pontos consigam mais visibilidade para seus projetos e se articulem de modo a fortalecer suas próprias iniciativas e também de seus parceiros. Já no treinamento em ferramentas de vídeo e de áudio foram dadas noções básicas para a produção de conteúdo nesses formatos, buscando intensificar o uso das tecnologias a que todos os pontos de cultura tem acesso.

No intuito de permitir que a formação tenha seqüência, os participantes receberam uma apostila com todo o conteúdo do curso. O material, feito de forma colaborativa, encontra-se disponível aqui. Acesse e distribua.

E fique, ligados. O segundo seminário de formação, voltado aos grupos e pontos da região norte do Paraná, acontece em Cambé, nos dias 27 e 28 de agosto. Já o seminário para os pontos da região oeste ocorrerá em setembro, com data e cidade sede ainda a se definir. Comecem a esquentar as turbinas e preparem-se

share save 171 16 Veja como foi o primeiro seminário de formação do Ciclo Paranaense de Cultura Digital

Nenhum comentário »

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Atenção: pontos de cultura devem se inscrever até 29/07 para o Ciclo de Cultura Digital

, ,

Os pontos de cultura de Curitiba, região metropolitana, litoral e Campos Gerais devem se inscrever até quarta-feira, 29, no Ciclo Paranaense de Cultura Digital.  Os que não se inscreverem até essa data não terão disponibilizadas passagens, hospedagem e alimentação. Pede-se, ainda, que no campo “Sugestões” do formulário de inscrição conste o número do RG de cada membro.

Após o seminários regionais de Curitiba e região, teremos uma etapa em Cambé, nos dias 27 e 28 de agosto, e no oeste, em meados do mês de setembro. Como conclusão do ciclo de capacitação, acontecerá o Seminário Estadual de Cultura Digital, em novembro, às vésperas do Festival de Cultura do Paraná.

Confira a programação:

Dia 03/08, na APP Sindicato (Rua Voluntários da Pátria, 475, 14 andar. Centro)
9 horas – Recepção e cadastramento
10 horas – Debate sobre Políticas Culturais e Cultura Digital
12 horas – Almoço
14 horas – Oficina de Gestão de Projetos
18 horas – Jantar
20 horas – Debate sobre a Rede de Pontos de Cultura

Dia 04/08, no Hotel Caravelle (Rua Cruz Machado, 282. Centro)
8 horas – Oficina de Internet e software livre
12 horas – Almoço
14 horas – Oficina de edição em vídeo
- Oficina de edição em áudio
- Oficina de gerenciamento de blog

* Para saber mais sobre o seminário e se increver, ligue para a gente: 041 3092-0463. Ou nos escreva: contato@soylocoporti.org.br

share save 171 16 Atenção: pontos de cultura devem se inscrever até 29/07 para o Ciclo de Cultura Digital

Nenhum comentário »

Blog integrante da rede Soylocoporti