Parte do coletivo Soylocoporti

Só mais um site Soylocoporti

quarta-feira, 17 de março de 2010

O MinC e a Cultura Digital

, ,

A ação Cultura Digital é o instrumento que permitirá a apreensão do que existe de mais “palpável na cultura brasileira, o nosso patrimônio imaterial” (discurso no ato de entrega do Prêmio Mérito Cultural – Ministro Gilberto Gil), dando visibilidade e circulação à produção dos Pontos de Cultura: os tambores do Tocantins, o samba do Recôncavo, a ciranda de Pernambuco, a viola do Brasil Central…

Com a Cultura Digital, as comunidades poderão gravar sua própria imagem, como acontece com o Ponto de Cultura Vídeo nas Aldeias, com os índios Ashaninka e Kaxinawá, no estado do Acre, em que há uma inversão no tradicional processo de registro da imagem audiovisual das manifestações populares. Ao invés de serem filmados por um olhar externo, os índios são capacitados para utilizar uma câmera de filmagem, fazer roteiros e edição, e assim, se apresentam por eles mesmos. Outro Ponto de Cultura, Thydewá – índios on line, apresenta um processo semelhante interligando em rede os índios do nordeste brasileiro, principalmente nos estados da Bahia e Alagoas; as comunidades estão sendo capacitadas para produzir a sua página na internet, criando um sistema de comunicação próprio, fortalecendo o seu protagonismo.

Com a Cultura Digital, cada Ponto recebe um estúdio multimídia. É um equipamento nada sofisticado, quase caseiro (mesa em dois canais de áudio, filmadora, gravador digital e dois computadores que funcionam como ilha de edição), mas permite gravar um CD, produzir um vídeo, colocar uma rádio no ar e uma página na internet, tudo com programas em software livre. O equipamento digital deixa de ser apenas um meio, uma ferramenta e passa a ser entendido em sua dimensão filosófica, por isso o tratamos como cultura. Desta forma, cada comunidade pode gravar sua música, registrar sua imagem e colocá-las no ar, exercitando o processo de troca cultural entre os Pontos. Pela internet será possível produzir um programa de rádio com pessoas em diversas regiões do País (e mesmo em outros Países), ou então compor uma música coletivamente, experimentar novos sons, ritmos, timbres…; juntar tambores japoneses, o Taykô, com percussão baiana.

A manipulação destas tecnologias em software livre assume uma dimensão estratégica, não pela questão de custos dos programas, o que já seria justificável, mas pelo conceito. Operar em Software Livre significa que o código fonte dos programas estará aberto, podendo ser modificado e melhorado por toda a comunidade que o utiliza. Isto é autonomia, poder. Ao contrário de capacitar as pessoas apenas para aprender a “mexer” nos programas, tornando-as escravas da máquina (e dos donos dos programas), pretendemos que nos Pontos de Cultura elas se desenvolvam como sujeitos de sua própria transformação. O software livre traz consigo conceitos e práticas de compartilhamento tecnológico, generosidade intelectual e trabalho colaborativo, estabelecendo um novo patamar de vida social.

Uma rede digital interligando todos os Pontos de Cultura viabilizará, em escala nacional, experiências de compartilhamento da gestão pública, inovando no processo de controle e participação em políticas públicas. Trata-se de uma tentativa de adotar uma concepção ampliada de política na qual a sociedade civil deve ocupar espaços participativos de deliberação pública, sem ter que assumir responsabilidades que deveriam ser próprias do Estado, preservando sua autonomia.

Software Livre

A concentração dos meios de produção nunca ocorreu de forma tão impositiva e centralizada como nos tempos atuais. Concentração que acontece a partir do aprisionamento do conhecimento e da transformação deste em instrumento para a acumulação do capital. Conhecimentos milenares são apropriados e patenteados por indivíduos e corporações, com o objetivo único de sua mercantilização, condenando, muitas vezes, milhões de pessoas à morte, como no caso da AIDS. A patente de sementes modificadas geneticamente, por exemplo, em poucas décadas poderá subtrair um direito humano básico, que é o de plantar e colher o seu próprio alimento, obrigando nova compra a cada colheita.

Assim também acontece com o código fonte da tecnologia da informação que é monopólio mundial de, praticamente, uma única empresa.

Por isso o Cultura Viva desenvolve o exercício de práticas intelectuais colaborativas e mais generosas. Por isso o software livre, e o estímulo a um sistema de trocas mais equilibrado e feliz.

O saber científico e tecnológico é cumulativo e resulta de um conjunto de contribuições desenvolvidas ao longo da história. Nossos índios são excelentes farmacêuticos, mas o seu conhecimento sobre propriedades botânicas é continuamente expropriado por piratas da consciência humana.

A Era digital coloca o mundo diante de uma encruzilhada que envolve paradigmas éticos e sociais. Por um lado, podemos caminhar para um modelo de concentração de poder e capital nunca antes imaginados. Por outro, é possível fazer surgir novos processos de produção cultural e econômica cada vez mais descentralizados, baseados na colaboração e no compartilhamento veloz de informação. Optamos pelo segundo caminho.

Um caminho a ser observado dá-se em relação aos direitos autorais. No contexto digital, os direitos autorais concebidos sob a ótica de “todos os direitos reservados” se flexibilizam, permitindo a passagem para “alguns direitos reservados” ou mesmo “nenhum direito reservado” sobre as obras criadas, protegidas agora sob novas licenças de propriedade intelectual como Creative Commons e Copyleft. Assim, a Internet representa muito mais que uma nova possibilidade interativa, onde todos podem se comunicar com todos. Ela promove profundas transformações sociais. A difusão e o acesso aos novos conhecimentos gerados local e globalmente se constituem práticas cada vez mais necessárias à cidadania do novo século. Mas, como dissemos, esta é apenas uma possibilidade, pois antes disso é necessário que a sociedade escolha qual o caminho ético que seguirá.

Metareciclagem

O processo de metareciclagem é um dos eixos temáticos da ação Cultura Digital. Seu principal objetivo é transformar equipamentos tidos como ultrapassados em tecnologias apropriadas ao desenvolvimento social. Por meio da reutilização de máquinas e componentes usados, várias comunidades podem se apropriar de forma criativa e soberana da tecnologia, decapando computadores, dominando seus códigos e fontes e até mesmo pintando o seu invólucro. Além de representar um reaproveitamento de máquinas e redução de custos, a metareciclagem visa a criação de identidade do usuário com a máquina, assegurando autonomia tecnológica voltada para o êxito e a continuidade dos Pontos de Cultura.

share save 171 16 O MinC e a Cultura Digital

Nenhum comentário »

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Confira a programação final do Teia Sul

, ,

TEIA SUL 2010

Programação Fórum dos Pontos de Cultura

Nome da Atividade

Local

Descrição

Pauta

Dia 26

12:00 - 14:30

Almoço e Check-in nos hotéis

*******************

*******************

14:30

Credenciamento

Hall de entrada

Museu do Mar

Distribuição de crachás e senhas de almoço

15:30

Acendimento da chama Griô

Deck do Monumento

ao lado do Museu do Mar

Atividade da Ação Griô

16:00

Abertura oficial

(Pão Por Deus)

Auditório Museu do Mar

Atividade de abertura do evento, com a participação da governança local, representantes do MinC e Comissão Organizadora do TEIA SUL e autoridades presentes.

17:00

Contação de Lendas

de São Francisco

Inicia no auditório e prossegue na rua, em frente ao Museu

17:30

Boi de Mamão – Zeila

Rua em frente ao Museu

A apresentação vai conduzir os participantes ao Portal Turístico, onde acontece o café colonial.

19:00

Café colonial e

Mostra de Vídeos

Portal Turístico

20:30

Início da Mostra Artística

Cine Teatro – Região Central de São Francisco do Sul

Ver detalhes na programação em anexo*

*******************

* Programação do Dia 26 – Abertura Ação Griô – Toque dos Tambores / Teatro: Apresentação da Cultura KANHGÁG KANRÔ / Teatro: A História do Homem que se transformou em cachorro / Teatro: PersonaGens.

Dia 27

9:00

Fóruns Estaduais

PR

Sala Petrobrás

Espaço no interior do Museu do Mar

Este é um espaço de autonomia para discutir sua politica cultural e a organização de sua rede de pontos de cultura.

*******************

No caso de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, deverão fazer a escolha de seu representante para o ano de 2010 junto à Comissão Nacional dos Pontos de Cultura. O estado do Paraná já escolheu se representante.

RS

Cine Teatro

Região Central de São Francisco do Sul

SC

Auditório do

Museu do Mar

12:00 – 14:00

Almoço

*******************

*******************

14:00 - 15h30

Mesa de debates

Auditório Museu do Mar

Debate com representante do MinC e de Pontos de Cultura

Comunicação e Cultura

15:30 – 18:00

TEIA 2010- Tambores Digitais

A atividade servirá para apresentar o funcionamento do Fórum Nacional dos Pontos de Cultura e a TEIA 2010, que irá acontecer de 25 a 31 de Março no Ceará.

A atividade será apresentada pelos representantes estaduais e representantes de GT”s na CNPdC.

- Regimento do Fórum Nacional dos Pontos de Cultura

- Funcionamento dos GT”s e representações no Fórum Nacional dos Pontos de Cultura.

18:30

Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura, Café Colonial e apresentações de grupos**

Portal Turístico

Espaço para divulgação do material produzido nos Pontos de Cultura, é válido também os materiais de registros e momento de integração entre os participantes do evento

20:30

Mostra Artística

Cine Teatro

Ver detalhes na programação em anexo***

** Abertura com a Dança do Vilão – Boi de Mamão e Pau de Fita

*** Programação dia 27: Bataclã FC (Quilombo do Sopapo)

Dia 28

09:00

Continuação das Atividades dos Fóruns Estaduais

PR

Sala Petrobrás –

Espaço no interior do Museu do Mar

RS

Cine Teatro – Região Central de São Francisco do Sul

SC

Auditório do Museu do Mar

12:00-14:00

Almoço- Chek-out dos hotéis

Todos os hotéis.

*******************

*******************

14:00

Fórum Regional

e Avaliação do Teia Sul

Auditório do

Museu do Mar

Espaço para estabelecermos uma organização de âmbito regional.

Fala de 1 hora para os Pontões de Cultura falarem sobre suas Ações.

*******************

Exame sobre qual seriam as premissas para uma política nacional que contemplasse a ação que hoje é desenvolvida pelos Pontos e Pontões.

*******************

Elaboração da Carta de São Francisco do Sul – documento de referência, para ser usado por quem vier a vencer as eleições majoritárias.

*******************

Fechamento do TEIA SUL.

17:00

Horário reservado para turismo local.

TEIA DAS AÇÕES

Nome da Atividade

Local

Descrição

Ponto de Cultura

19:00

Roda Tuxaua/Economia Solidaria

Auditório do

Museu do Mar

Dia 27

9:00

Abertura da Feira Permanente de Economia Solidaria

Espaço Aberto do

Portal Turístico

Exposição de materiais e produtos para comercialização e trocas.

Atividade do GT de Economia Solidária.

10:00

Gravação de um clipe musical com a música composta para a Ação Griô Regional Sul de autoria do Mestre Paraquedas.

A atividade contará com a participação de todos presentes no evento.

Aqui surge uma pergunta: Como nesse horário estarão acontecendo os fóruns estaduais, esta atividade não iria desarticular os participantes? Essa gravação não pode ser feita no dia 26, no momento do acendimento da chama?

12:00 – 14:00

Almoço

15:00

Registro das Memórias dos Mestres Griôs

Mercado Municipal

Região Central de

São Francisco do Sul

Ciranda Grio -Roda tuxaua- Roda Economia e Sultentabilidade
Entrevistas focais com Mestres-Griôs de 30 a 60 minutos de entrevista.
Ensaio e gravação de um clip-musical

17:00

Roda de Conversa GT – ecosol e Pontos de cultura

Sala na Fundação Cultural

Portal Turístico

Pauta

- Interface CULTURA/ECONOMIA SOLIDÁRIA /SUSTENTABILIDADE-distribuição de cartilhas de ecosol

- Campanha da Fraternidade 2010 – Cartilhas

- Banco Comunitário com gestão dos Pontos de Cultura.

- Consumo Consciente e Solidário.

- Clube de Trocas Solidárias de Saberes,

Conhecimentos e produtos nos Pontos de Cultura

- Produtos com valores sociais agregados ao preço Justo e Solidário

- Espaço Criativo na TEIA Nacional Fortaleza.

18:30

Café Colonial

Portal Turístico

*******************

*******************

20:30

Mostra Artística

Cine Teatro

Programação em anexo

*******************

Dia inteiro

Exposição, comercialização, trocas solidárias.

Portal Turístico

Exposição de materiais e produtos para comercialização e trocas.

Atividade do GT de Economia Solidária.

Dia 28

09:00

I Encontro Regional da Ação Tuxaua

Sala na Fundação Cultural

Portal Turístico

12:00-14:00

Almoço- Chek-out dos hotéis

*******************

*******************

14:00

TAMBOR DE SOPAPO

(atividade em rede: Ponto de Cultura Ventre Livre, Quilombo do Sopapo,
Nazaré Zen e Ação Griô)

Fundação Cultural

Roda de conversa e contação de histórias sobre o Tambor de Sopapo*.
Exposição do projeto ‘Tambor de Sopapo – Resgate da Cultura Negra do Extremo
Sul do Brasil’ (http://tambordesopapo.blogspot.com/) e mostra de toques do
tambor.

Mestre Chico – Mestre Griô (RS)
Alexsandra Amaral dos Santos – Percursionista (Ponto de Cultura Nazaré
Zen/RS)
Marcelo Cougo – Músico (Ponto de Cultura Ventre Livre, Quilombo do Sopapo e
Coletivo Catarse/RS)
Têmis Nicolaidis – Jornalista (Ponto de Cultura Ventre Livre e Coletivo
Catarse/RS)

17:00

Horário reservado para passeio local.

Mostra Artística


Nome da Atividade

Local

Descrição

Ficha Técnica

Dia 26

TEATRO - DANÇA

21:00

Abertura

Ação Griô- Toque dos Tambores

A ação griô da Região Sul reúne seus tambores e saúda o TEIA SUL num encontro de tambores.

Teatro- Apresentação da Cultura KANHGÁG KANRÓ

Elenco: Luciana Maria Inácio Belfort

Agnaldo Souza Silva

Artemínio Antônio

Rosalino Crespo

Teatro

A HISTÓRIA DO HOMEM QUE SE TRANSFORMOU EM CACHORRO

Resultado da Oficina de Teatro do Ponto de Cultura ASPA, realizada durante o segundo semestre do ano de 2009, na cidade de São Leopoldo, o espetáculo conta a história de um homem à procura de um emprego que possa lhe garantir uma vida digna. Porém, ao se deparar com a escassez de oportunidade de trabalho, vê-se obrigado a aceitar a única vaga que lhe foi ofertada, mesmo que com isso tenha que abrir mão da sua condição humana.

Elenco: Fabio Marchisio, Edson Nogueira, Eduardo Yohaness e Ingrid Paola

Oficineira: Roberta Darkiewicz

Texto: Osvaldo Dragún

Tradução e adaptação: Carmelina Castro, Rogério Tosca, Fábio Marchisio e o Grupo

Costureira: Áurea Nogueira

Cenografia: Milton Rogério, Rogério Tosca e o Grupo

Duração: 25 minutos.

Teatro

PersonaGens

Um espetáculo de sensações e reflexões, com pequenos quadros aparentemente desconectados entre si.

Através da sugestão de movimentos, o autor mostra as faces da realidade aos expectadores.

Revela os possíveis valores encontrados no mundo indizível, fazendo aflorar sentimentos conhecidos ou não, através da ficção que o autor propõe na obra.

Direção: Nelson Haas

Manipulação: Nelson Haas e Elisabeth Bado.

Textos: Lya Luft, Pedro Boca Ricca, Nelson Haas e Luis Coronel.

Construção dos Bonecos: Nelson Haas, Tânia de Castro, Elisabeth Bado, Alexandre Boss e Antonio Leopolski.

Produção: Grupo Só Rindo Teatro de Bonecos

Ponto de Cultura Bonecos Canela.

Duração: 40 minutos

Dia 27

18:00

Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura

Espaço para divulgação do material produzido nos Pontos de Cultura, é válido também os materiais de registros.

MÚSICA

21:00

Bataclã FC

Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo

Dia 28

09:00

12:00-14:00

Almoço- Chek-out dos hotéis

*******************

*******************

13:00

Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura

Espaço para divulgação do material produzido nos Pontos de Cultura, é válido também os materiais de registros.

17:00

Exposições e intervenções

Nome

Local

Descrição

Ficha Técnica

Mostra Permanente

Imagens em Postais: Olhares Subjetivos sobre minha cidade.

Imagens em Postais: Olhares subjetivos sobre minha cidade, recebeu o prêmio Mídias Livres. Tal ação aconteceu dentro do projeto Nos Trilhos da Cultura onde, alunos da oficina de fotografia registram a nossa cidade tendo como base para atividades a campo a Educação Patrimonial. O resultado desse registro são postais que mostram a Cidade do Rio Grande sob vários aspectos, um deles é subjetivamente, quando os alunos sensibilizados em nossas oficinas saem a procura de novos registros e impressões da sua cidade.

Ponto de Cultura Artestação

Painel para intervenções e interações que será modificado durante o evento por todas as pessos que se propuserem a modificar.

Ong Circulando

share save 171 16 Confira a programação final do Teia Sul

Nenhum comentário »

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Conheça a pré-programação do Teia Sul 2010

, ,

Material retirado do site www.teiasul.org

A grade básica elaborada pela Comissão Organizadora e apresentada a seguir ainda está em construção, aberta à participação coletiva dos Pontos de Cultura. Participe publicando seu comentário na caixa de texto no rodapé do texto.

Dia 26/03 – sexta-feira

12:00 a 13:30 – Chegada dos ônibus

14:00 – Almoço

15:50 – Acendimeto da chama Lei-Grio

16:00 – Abertura ofical – convidados: Programa cultura viva- SCC; Minc-regional; Representantes Governos Estaduais

20:00 – Café

20:45 – Mostra de vídeos

Dia 27/03 – sábado

Manhã – 9:00 – Fóruns estaduais

Tarde – 14:00 – TEIA 2010

Noite – 20:45 – Mostra Artistica

Dia 28/03 – domingo

14:00 – Fechamento dos Fóruns Estaduais.

Forum Regional – Pauta: Exame sobre qual seriam as premissas para uma política nacional que contemplasse a ação que hoje é desenvolvida pelos Pontos e Pontões.

Elaboração da “Carta de São Francisco do Sul” , que seria um documento de referência, para ser usado por quem vier a vencer as eleições majoritárias.

- Reler as cartas de São Lourenço , Caxias do Sul e Rio do Sul, e sistematizá-las em um novo documento.

________________________________________________________________________

TEIA DAS AÇÕES

Ação Griô

Dia 26/03 – sexta-feira

18:00 – Ciranda Mestres Griôs e Tuxáuas

Dia 27/03- sábado

Manhã – Gravação de um clipe musical com a música composta para ação grio da Regiao Sul (Mestres Paraquedas - a atividade contará com a participação de todos os mestres e griôs presentes no evento).

15:00Registro da memória dos Mestres – o clipe será uma forma de divulgar os Griô na Teia Nacional.

Noite - Mostra Artistica Griô

Dia 28/03 – domingo

Manhã – l Encontro Regional Ação Tuxáua – encaminhamentos Mostra Artistica – vários grupos se inscreveram, mas não temos verba. Se quisermos levar mais pessoas teremos que buscar recursos alternativos. Fernanda (Ganesha)  ficou de ver com a Ana Coutinho (Museu do Mar) um espaço para mostras de vídeos e uma sala para exposições. Isso é possível de se viabilizar.

A PRINCIPIO: Apresentações locais de pontos presentes e Ação Griô, por exemplo os Bonecos

PASSEIO: Programação de passeios no final da tarde do último dia, para o pessoal que já tiver feito check-out  do hotel e vai ter que esperar ônibus.

MOSTRA DE VÍDEOS: Mostra dos Pontos e Exposições de Produtos.

share save 171 16 Conheça a pré programação do Teia Sul 2010

Nenhum comentário »

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Oficinas de Formação Audiovisual do Pontão Focu

, ,

Retirado do Jornal ITeia

O FOCU – Pontão Fomento Cultural, promove Oficinas de Formação Audiovisual para Pontos de Cultura da região Sul. As oficinas serão ministradas em sete Cidades Pólos, sendo Porto Alegre, Rio Grande e Santa Maria no Rio Grande do Sul, Curitiba e Londrina no estado do Paraná e Florianópolis e São Francisco do Sul em Santa Catarina.

A Formação Audiovisual será realizada em duas etapas de seis dias em cada Cidade Pólo. Na primeira etapa, serão ofertadas três oficinas básicas, sendo uma de Direção e Roteiro, outra de Direção de Fotografia e Operação de Câmera e a terceira de Edição. Na segunda etapa, ocorrem as oficinas complementares que poderão ser escolhidas conforme as necessidades dos pontos de cada pólo. Neste momento também serão gravados os roteiros elaborados na primeira etapa.

Durante a realização das formações, a equipe do FOCU também produzirá uma série de documentários sobre os Pontos de Cultura do Sul, suas histórias, atividades e ações.

Para cada Cidade Pólo são oferecidas 20 vagas e os Pontos de Cultura interessados em participar das Oficinas de Formação Audiovisual podem inscrever até dois representantes. O Formulário de Inscrição está disponível na internet no link:https://spreadsheets.google.com/a/tvovo.org/viewform?hl=pt_BR&formkey=dFNMNlNUVHNZTWhYaEVjczROTzZmZ1E6MA até o dia 7 de fevereiro de 2010.

O FOCU – Pontão Fomento Cultural tem como objetivo principal formar e organizar uma Rede Audiovisual dos Pontos de Cultura da Região Sul. O processo ocorre através do desenvolvimento de ações de formação, produção e difusão audiovisual. Esta ideia surgiu da proposta de documentação audiovisual dos Pontos de Cultura da região sul, aprovada no I Fórum Regional dos Pontos de Cultura, realizado em março de 2007, em São Lourenço do Sul. Com a abertura do Edital de Pontões de Cultura pela Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura, coube a Oficina de Vídeo – TV OVO apresentar e gerir o projeto.

No Paraná, as oficinas acontecem em Curitiba e Londrina. Em Curitiba, a primeira etapa será entre os dias 20 e 25 de fevereiro e a segunda parte entre 7 e 12 de junho. Já em Londrina, a primeira etapa ocorre entre 1 e 6 de março e a segunda entre 14 e 19 de junho.

share save 171 16 Oficinas de Formação Audiovisual do Pontão Focu

Nenhum comentário »

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Preparem-se. O Teia Sul 2010 está chegando

, ,

Com a chegada do Programa Cultura Viva, em 2004, as ações culturais foram potencializadas com recursos do Ministério da Cultura, fortalecendo a produção artística e a atuação de rede, em cada canto do país. Dentre as ações de Cultura Viva, os Pontos de Cultura e as Ação Griô se tornaram referências para muitos agentes culturais, pelo exemplo de gestão compartilhada. Ano após ano, a Secretaria de Cidadania Cultural vem ajudando a construir a autonomia das redes de pontos, por meio de apoio à realização de encontros e fóruns estaduais e locais.

O Teia Sul- Encontro de Pontos de Cultura da Região Sul, a se realizar entre 26 e 28 de fevereiro, na cidade de São Francisco do Sul (Santa Catarina), dá início aos trabalhos de mobilização para a Teia 2010 – Tambores Digitais, reunião nacional dos Pontos de Cultura. Durante o ano de 2009, em todas as regiões do Brasil aconteceram as Teias Regionais, com fóruns, mostras artísticas e participação de pontos de cultura e convidados.

Em São Francisco do Sul, os Pontos de Cultura, Ação Griô e outras ações ligadas ao programa esperam mostrar a diversidade cultural – que caracteriza a nossa história – e a memória de diversos povos formadores destes Estados. A ideia é aproximar outras ações culturais que ainda não fazem parte do Cultura Viva, bem como os agentes culturais e públicos que atualmente buscam uma aproximação com a rede de ações do programa. No encontro, os participantes terão momentos de debate sobre as políticas públicas da cultura e momentos de troca de fazeres e criação artística. O encontro Teia Sul, portanto, será um evento político, cultural e técnico, que objetiva a articulação de temas fundamentais, o desenvolvimento de atividades lúdicas e a expressão cultural de Pontos de Cultura e da Ação Griô.

A estimativa de participantes diretamente ligados aos Pontos de Cultura é de 250 pessoas, levando em consideração que há 60 Pontos de Cultura no RS, 70 no Paraná e 78 em SC, além de representantes de Ação Griô e artistas. Nosso objetivo é atingir a malha de produtores e difusores de cultura, possibilitando transporte, alimentação e hospedagem por meio de cooperação de parceiros.

Acreditamos que o encontro sedimentará o trabalho de uma rede de agentes que produzem cultura em um novo patamar, no desafio de construir saberes coletivos, na demarcação de novos perspectivas para a sustentabilidade de projetos que priorizem o desenvolvimento humano como forma de autonomia.

Comissão Organizadora da Teia Sul

share save 171 16 Preparem se. O Teia Sul 2010 está chegando

Nenhum comentário »

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Quais ações o Pontão Kuai Tema deve desenvolver em 2010?

, , ,

Por Érico Massoli

O ano de 2009 foi marcado por intenso trabalho no Pontão de Cultura Kuai Tema. Iniciamos o ano fazendo contatos com toda a rede, mapeamento e fazendo visitas aos pontos de cultura de todo o Paraná. Como resultado, tivemos a produção de vídeos e matérias sobre os pontos de culturas, suas ações e agendas.

No segundo semestre, tiveram início as atividades de caráter formativo, por meio do Ciclo Paranaense de Cultura Digital. Foram realizados 4 seminários, que debateram modelos de gestão dos pontos de cultura, políticas públicas e Conferências de Cultura, além de oferecerem formação em audiovisual e internet. As atividades aconteceram em Curitiba, Cambé e Foz do Iguaçu e foram concluídas em uma etapa estadual, novamente em Curitiba. Em novembro foi realizado o Festival de Cultura do Paraná, cujo o intuito foi dar visibilidade às artes cênicas, música, artesanato, dança, audiovisual e realizar mostras de pintura, escultura, grafite e fotografia nos espaços públicos da capital curitibana.

Portanto, após um ano intenso de trabalho, mesmo que com tempo curto, devido a nossa urgência em remeter o processo de aditamento ao Ministério da Cultura, abrimos período de consulta pública a rede de cultura do Paraná. Lembramos que o Coletivo Soylocoporti, entidade proponente do Pontão de Cultura Kuai Tema, caminha para a renovação do convênio para o ano de 2010/2011.

Por fim, CONVIDAMOS todos os pontos de cultura, entidades e atores culturais, midialivristas, rádios comunitárias e membros dos movimentos sociais a sugerirem ações até o dia 28/01/10, diretamente pelo formulário de aditamento, nas seguintes linhas de atuação concernentes as atribuições do Pontão de Cultura:

a) Formação/Capacitação (Software Livre, Internet, Gestão de blogs. Gestão Cultural, Audiovisual e etc);

b) Articulação/Integração (Rede Pontos PR, Grupos e Atores Culturais, Eventos, ações como a Griô, Cultura Digital, Audiovisual, Economia Solidária e etc);

c) Parcerias (entre Pontos e Pontões, Rádios comunitárias, Festivais, Mostras culturais, Encontros, Movimentos Sociais e etc);

Caso tenha problemas ao acessar o formulário de aditamento, acesse https://spreadsheets.google.com/viewform?formkey=dDdqT1ljU1pucDV0ZFJ3T0JfMmt3Z2c6MA

Obrigado pela contribuição e em breve, com todas as propostas sistematizadas, daremos retorno a todos!

Para maiores informações sobre este projeto e seus resultados acesse:

http://kuaitema.soylocoporti.org.br/

http://nosdarede.org.br/

http://cc.nosdarede.org.br/

http://festivaldecultura.art.br/

share save 171 16 Quais ações o Pontão Kuai Tema deve desenvolver em 2010?

Nenhum comentário »

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Começam os preparativos para o Festival de Cultura do Paraná 2010

, , , ,

Por Carolina Goetten

O novo ano já começa em clima de Festival de Cultura. Ontem, 18 de janeiro, o coletivo Soylocoporti e outros parceiros na organização do evento reuniram-se a fim de traçar uma avaliação geral, discutir as próximas atividades e fazer dele um movimento cultural cada vez mais forte dentro e fora do Estado.

O objetivo da reunião foi diagnosticar os principais erros e acertos cometidos na última edição do festival e iniciar o processo de planejamento que orientará o plano de preparação do Festival 2010, em torno de sete propostas-chave: reflexão, manifestação, articulação, mobilização, fortalecimento, comunicação e meio ambiente. Segundo Roberta Schwamback, membro da equipe de organização pelo Soylocoporti, a importância de se dar um tempo até avaliar o Festival, que ocorreu em novembro do ano passado, é que todos estão com a cabeça fria. “Assim, podemos ficar mais próximos do que pensamos e do que queremos para ele”, ressalta Roberta.

A palavra de ordem dos presentes foi de ampliar a participação de outros grupos e artistas, com o objetivo de fortalecer o evento como um movimento cultural. O encontro possibilitou a discussão de uma metodologia de trabalho calcada nos pontos do Festival 2009 que devem ser mantidos para garantir o sucesso da próxima edição. “A Comunicação Compartilhada, uma novidade em relação aos anos anteriores, foi um grande acerto da edição 2009 e que precisa ser fortalecido nas próximas, problematizando e viabilizando a prática da construção de notícias”, assinala Rachel Bragatto, também do Soylocoporti.

Nos pontos de discussão, os objetivos. O consenso entre a equipe é traçar uma noção estratégica do Festival de Cultura. “Por que fazemos o Festival? O que queremos com ele?”, propõe Marco Konopacki. A ideia, para este ano, é buscar ações concretas e pontuais para que a força do evento seja potencializada cada vez mais e aperfeiçoar o sistema de Comunicação Compartilhada, que permite ao cidadão manifestar suas opiniões, livre de censura ou cerceamento da sua liberdade de expressão.

share save 171 16 Começam os preparativos para o Festival de Cultura do Paraná 2010

Nenhum comentário »

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Nota pública de inabilitação de vencedora de licitação referente a Carta Convite 008/2009 (reabertura)

,

Oi Soylocoporti vem por meio desta nota divulgar a inabilitação da empresa BLESS MUSIC LTDA, no processo de licitação modalidade Carta Convite 008/2009 (reabertura). No ato, ela foi declarada vencedora por oferecer o menor preço local. Foi procedida a contratação, mas esta não conseguiu entregar os produtos contratados oferecendo o mesmo serviço vencedor na licitação. Desta forma, para não causar maiores prejuízos aos trabalhos do Pontão Kuai Tema, procederemos com a contratação da empresa habilitada que ofereceu o segundo menor preço global para os produtos, no caso, a empresa LUMIX LUZ & ÁUDIO LTDA.

Sem mais,

Rodrigo Bonifácio Vieira.
Representante Jurídico do Soylocoporti.

João Paulo Mehl.
Coordenador do Núcleo de Finanças do Soylocoporti.

share save 171 16 Nota pública de inabilitação de vencedora de licitação referente a Carta Convite 008/2009 (reabertura)

Nenhum comentário »

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Reunião de avaliação do Festival nessa terça-feira

Mais de 110 apresentações culturais de grupos de diversas regiões do Paraná e de outros cinco estados estiveram presentes no Festival de Cultura do Paraná mostrando variados tipos de arte, desde música, teatro, artes plásticas até dança, artesanato e cinema. Além da mostra, ocorreram também debates, oficinas e vídeo-debates. Sem sombra de dúvidas a 4a edição do Festival foi a maior já realizada e que contou ainda com uma descentralização das atividades.

Foi um desafio e necessitou de uma grande porção de ousadia a organização do evento. Por conta disso e para aprimorarmos cada vez mais o Festival, convidamos artistas, grupos, participantes e monitores para uma reunião de avaliação conjunta na próxima terça-feira (1), a partir das 19 horas, no prédio Dom Pedro I da Reitoria da UFPR, 10 andar, sala 1009. Participe!

Serviço:

Reunião de avaliação do Festival de Cultura do Paraná

Terça-feira (1), a partir das 19 horas

Reitoria da UFPR, prédio Dom Pedro I, 10 andar, sala 1009

share save 171 16 Reunião de avaliação do Festival nessa terça feira

Nenhum comentário »

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

De lá pra cá, em tempo e espaço

, ,

A conquista do Campo Central é uma das mais importantes novidades do Festival de Cultura do Paraná 2009

Por Carolina Goetten

Se o Festival de Cultura do Paraná propõe-se a democratizar a cultura, a conquista de um espaço territorial para sediar as manifestações artísticas que seja de fácil acesso para o maior número possível de cidadãos é decisivo para tornar concreta a defesa da arte como direito humano. Nessa linha, a região-sede do Festival é uma das principais novidades em 2009: antes realizado no campus Politécnico, agora vai ocupar o chamado Corredor Cultural, na região central de Curitiba. Essa área reúne boa parte dos equipamentos culturais da cidade e um grande fluxo de cidadãos. É uma ótima oportunidade para contagiar Curitiba com arte, som e cor.

Gustavo Guedes de Castro, do coletivo Soylocoporti, uma das entidades organizadoras do Festival de Cultura do Paraná, explica que centralizar territorialmente as atividades é fundamental para expandir e pluralizar seu acesso. “No Politécnico, apesar da ampla divulgação, a maioria dos que frequentavam eram estudantes da UFPR. Como o centro recebe diariamente um grande fluxo de pessoas, principalmente trabalhadores, será possível diversificar o público”, expõe Gustavo.

Os espaços das atividades vão formar um corredor entre a Reitoria da UFPR, a Praça Santos Andrade e o Largo da Ordem. Essas áreas irão integrar-se pela ocupação de ruas, esquinas e calçadões, num contínuo espetáculo gratuito de muita diversidade artística. “São espaços que também recebem linhas de ônibus importantes da cidade, que se direcionam até à região metropolitana. Trabalhadores dos mais diversos bairros curitibanos poderão saborear um teatro ou uma apresentação musical a caminho de casa”, aponta Gustavo.

A organização firmou parcerias com os espaços culturais localizados no centro, para garantir mais locais para exposições e apresentações. Além disso, o apoio da Fundação Cultural também assegura que os tradicionais espaços artísticos da região integrem as atividades programadas, como a Casa Hoffman, o cine Luz e o Conservatório de MPB.

Devido ao grande número de inscritos, os espaços e a grade de programação serão organizados com o intuito de contemplar todos os grupos nos três dias de duração do evento. O Festival pretende mostrar ao máximo possível de cidadãos a grande diversidade cultural que inunda o Estado do Paraná – e, principalmente, integrar ao grupo dos consumidores de cultura todos os que são excluídos do mundo artístico por um sistema que ignora que acesso à arte é uma necessidade básica, tanto quanto alimentação ou moradia.

share save 171 16 De lá pra cá, em tempo e espaço

Nenhum comentário »

Blog integrante da rede Soylocoporti